Dicas !

 

prima

146552_Papel-de-Parede-Humor-Laranja_1280x800

fundo_roxo

fundo_roxo

Cabelos quebradiços são aqueles que se partem ao menor contato do pente e escovação, possuem pontinhas duplas, são ressecados principalmente nas pontas. Quando o cabelo está nesse estágio de quebra, ele precisa de cuidados especiais para que possa se recuperar, senão ficarão feios, menos saudáveis ainda e podem até cair em todo o cabelo, de tão frágeis que ficam.Para cuidar dos cabelos frágeis e quebradiços você precisa de muita hidratação, nutrição, reconstrução capilar. Veja como cuidar dos seus cabelos, caso estejam muito frágeis.

O primeiro cuidado que você deve ter para recuperar esse cabelo é não usar química. Nada de tinturas, progressivas e descoloração nem pensar –pelo menos por algum tempo, ou até acabar o tratamento. Controle-se.

Em seguida, você deve fazer simples hidratações no cabelo, que podem ser feitas em casa com marcas que não precisam ser necessariamente das mais caras. É importante saber que existem bons cremes de hidratação no mercado, seguindo as indicações das embalagens do tempo de permanencia do creme no cabelo.

Depois da hidratação, vem a nutrição. A nutrição capilar faz a reposição lipidica dos nutrientes do cabelo. Os cremes a base de manteiga de karite, óleos de girassol, etc.Agora é a vez da reconstrução capilar com máscaras anti-age (antiidade) para cabelos que perdem suas propriedades naturais com o tempo. É importante que as marcas contenham em sua fórmulas a queratina, colágeno ou creatina

.Vale lembrar que isso é um tratamento que pode ser feito em casa. No salão os procedimentos são outros e mais rápidos. É importante também evitar o uso de secadores ou chapinhas enquanto trata os cabelos quebradiços.

Dicas para fazer seu cabelo crescer mais rápido

Se o seu cabelo parou de crescer ou está devagar quase parando, alguma coisa pode estar acontecendo com ele. Para você fazer parte da turma da Rapunzel, confira algumas dicas.

O cabelão batendo na cintura nunca sai de moda, por mais que os curtinhos fiquem um arraso. E tem mais: a maioria dos homens também curte uma cabeleira. Mas nem todo mundo consegue ter cabelos longos. Segundo Geová Gouveia, diretor do Phortal do Cabelo (SP) inúmeros fatores podem contribuir para que a média normal de crescimento dos fios, um centímetro por mês, estacione.

10
1 – Visite já um especialista

Um centímetro ao mês pode parecer muito pouco para suas madeixas, mas não é! Bastam elas pararem de crescer que você logo identifica. Caso isto aconteça, é imprescindível que procure ajuda de um terapeuta capilar ou um tricologista, especialistas em fios. “Fazemos uma análise do couro cabeludo; verificamos hábitos cotidianos, além da genética, hereditariedade e histórico de saúde”, explica o especialista do Phortal do Cabelo. Muitas vezes a questão transcende o terapeuta. “O cabelo pode não crescer por distúrbios hormonais. Neste caso, fazemos o tratamento em conjunto com um médico”, explica.

Uma vez detectado o problema, os experts em estudo dos fios dispõem de várias substâncias para agilizar o crescimento. Boa parte delas é composta de estimulantes da circulação local, através de produtos vasodilatadores, massagens e equipamento de estimulação, como as máquinas a laser ou o infravermelho. “Estes recursos são utilizados depois que foi tratado algum possível problema de saúde”, avisa. Mas corra: quanto antes for detectado o problema, mais fácil será para curá-lo.

2 – Ative sua circulação sangüínea

A má circulação sanguínea é o principal fator que impede o crescimento dos fios. Por isso, trate de dar sangue à sua cabeça! A medula capilar é como se fosse uma espécie de estradinha que leva todas as vitaminas, aminoácidos e minerais – responsáveis pelo crescimento – para o córtex (fio capilar). Ativando a circulação sangüínea e, conseqüentemente, o couro cabeludo, você garantirá que o fio receba todos os nutrientes necessários.BR>

Uma ótima dica para ativar diariamente a circulação sangüínea é massagear o couro cabeludo na hora da lavagem durante alguns minutos. Outra boa opção é virar a cabeça para baixo e passar a escova ou os dedos. Esta posição faz com que o sangue flua com mais facilidade. E não esqueça de beber muita água e da atividade física. O exercício físico faz com que o coração bombeie sangue mais rápido. Resultado: os aminoácidos, vitaminas e nutrientes chegam mais facilmente ao cabelo. Mas fique atenta, pois se você tiver obstrução de alguma veia, ela deverá ser tratada, ou nenhuma destas dicas valerá.

3 – Minimize seus vícios

Se você tem um couro cabeludo sadio, nada interferirá no crescimento do seu cabelo. Além de tomar muito cuidado com o seu organismo, é imprescindível abolir alguns hábitos que podem comprometer a saúde dos seus fios.
– Pare de fumar – a nicotina é uma poderosa vasoconstritora, reduzindo a circulação dos vasos capilares do couro cabeludo, que carregam nutrientes ao fio.
– Não tome banho com água quente – a água pelando estimula a produção das glândulas sebáceas.
– Evite dormir com os cabelos molhados – isso abafa o couro cabeludo, aumentando a oleosidade.
– Retire os excessos de produtos – o ideal é passar o xampu, retirar bem e, depois, aplicar o condicionador apenas no comprimento. Os finalizadores que ficam no cabelo devem passar longe da raiz.

4 – Vitamine-se por dentro e por fora

Sabe aquela velha história de que quem tem uma alimentação saudável tem cabelos mais bonitos? Ela é a pura verdade! E tem mais: uma dieta rica também ajuda no crescimento. Quanto mais vitaminas – por dentro e por fora – melhor. “O organismo absorve muitos nutrientes para os órgãos funcionarem. Como os cabelos são regiões mais periféricas e menos importantes, o que sobra vai para o cabelo”, explica Geová Gouveia.
Cuide da sua saúde e capriche na alimentação, sempre rica em vitaminas. Você também deve utilizar produtos tópicos – por exemplo, os à base de Jaborandi, Ginkgo Biloba, Cafeína e Uréia, que são estimulantes sanguíneos  Cremes com alecrim ajudam a controlar a oleosidade e o princípio ativo Capscum (geralmente encontrado na pimenta) é um ativo vasodilatador que melhora a circulação sanguínea  “Não adianta lavar a cabeça com café ou tomá-lo para atingir o mesmo objetivo. A cafeína que vem do café solúvel não é uma substância otimizada para o cabelo”, alerta Sheilla Bellotti.

5 – Deixe seu couro cabeludo respirar

A oleosidade do couro cabeludo é um veneno – cria fungos que acabam com as madeixas e impede o fio de crescer. O excesso de oleosidade age como se fosse uma camada protetora, impedindo os aminoácidos de chegarem à raiz do cabelo. “Abafando o couro cabeludo, você também favorece o surgimento de um fungo, chamado de pityrosporum ovale que descamará o tecido do couro cabeludo, impedindo que o fio capilar saia. Ocorre uma espécie de entupimento dos poros”, explica a terapeuta capilar Sheilla Bellotti. Então, fique longe de tudo que aqueça seu couro cabeludo ou abafe-o.
lindos-gatinhos-wallpaper

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s